Número total de visualizações de página

sábado, 30 de outubro de 2010

Corrente Mestra

A Corrente Mestra é a força extracósmica de Tapir, que se projeta e chega através da Pira, e se estabelece em cada Sanday ou sector de trabalho, de acordo com suas efetivas necessidades.
Ela flui da Pira até o Pai Seta Branca, volta, passa pela Pira, e vai até à porta do Templo, retornando à Pira, formando uma trança luminosa, oscilante como um pêndulo. Dispõe de 108 Mantras (diferentes dos 108 Mantras de Koatay 108) para serem usados na Lei do Auxílio. 
Em todos os trabalhos no Templo a Corrente Mestra manipula, é manipulada e projectada, actuando cruzada com outras forças, mas seu volume é sempre maior, principalmente nos dias de Trabalho Oficial. Nos Retiros ela se faz presente, também, sendo renovada e reforçada em cada Intercâmbio.
Quem a atrai é o Presidente do trabalho, ao emitir a chave de abertura (veja: CHAVES), e ela chega com maior ou menor intensidade, dependendo das condições da Presidência do Trabalho, dos médiuns e da sua real necessidade.
Ela é mantida pelo funcionamento da Mesa Evangélica, que gera uma intensa movimentação de forças desintegradoras e de reintegração durante o tempo em que o trabalho oficial ou o retiro estiver aberto, independentemente de estar ou não aberta.
Nada pode ser feito no Templo, em termos desobsessivos, sem abrir a Corrente Mestra, exceto trabalhos dentro da Lei do Auxílio, para atender a pacientes em casos de emergência, fora dos horários normais de funcionamento.
Emitindo suas vibrações de Luz, a Corrente Mestra atende a todos que estão presentes – médiuns, pacientes e até mesmo os visitantes.
Quando o médium de uniforme entra no Templo, com seu magnético animal, é mais um emitindo para a Corrente Mestra. E essa emissão vai depender muito das condições em que está seu padrão vibratório, fruto da conduta doutrinária e espiritual do médium.
É através da Corrente Mestra que a Espiritualidade recebe as energias das consagrações da Estrela Candente (*), pois é ela que abre o neutrom. Por isso não se pode encerrar um Retiro ou Trabalho Oficial antes da entrega das energias da Estrela Candente.
No encerramento, a Corrente Mestra distribui para os Planos Superiores algumas energias que estejam sobrando no Templo.
Veja em “Templos do Amanhecer” a abertura da Corrente Mestra naqueles Templos. 

Sem comentários:

Enviar um comentário